Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:06 pm
Victory Road – A Rota do Campeões


Olá, querido aventureiro!

Muito prazer, me chamo Lullaby e sou uma das cientistas responsáveis pela iniciação de novos treinadores pokémon. Antes de falarmos sobre o nosso RPG e como funciona todo o nosso sistema, gostaria de fazer uma pergunta: Já jogou RPG de fórum antes?


Se sim, então siga diretamente para o Guia de Sistema no fim deste post.
Se não, aconselho a ler primeiramente como funciona um RPG de fórum no pequeno Guia abaixo.
Seja bem-vindo ao continente de Cyndara. Aproveite a estadia e divirta-se bastante!



Atenciosamente,
Lullaby.



Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 6:53 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:21 pm
Sumário


Victory Road – a Rota dos Campeões................1
Como jogar RPG em Fórum?............................3
Participando de um Jogo.................................4
Boas Práticas de escrita..................................4
Exemplo de escrita de jogador.........................4
Narrativa......................................................5
Postando......................................................6
O Guia do RPG.............................................7
O continente Cyndara...................................7
Criando seu Personagem...............................8
Personalidade, Características e Tendência.......8
História.......................................................8
Profissão.....................................................8
Pokémon Inicial............................................8
Iniciando sua Jornada...................................9
Batalhando..................................................9
Adquirindo Experiência..................................9
Capturando seus Pokémons...........................9
Viagens e Transportes...................................10
Surf..................................................................10
Fly.....................................................................10
Outros HM’s e Observações............................10
A Liga Oficial de Cyndara...............................11
Ginásios de Cyndara.....................................11
A Elite 4.........................................................11
Pokémon Contest.........................................11
Anexos do Guia............................................12
Profissões....................................................12
Lista de Pokéballs.........................................12
Pokémons Iniciais.........................................13
Evoluções Alternativas...................................13


Última edição por Admin em Ter Dez 26, 2017 4:19 am, editado 2 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:27 pm








Como jogar RPG em Fórum?

Maneiras de se jogar RPG existem aos montes. Quase todo jogador já deve ter experimentado pelo menos duas formas diferentes de se fazer isso. São cartões (RPG Cards), tabuleiros, mundos virtuais, ou o bom e velho “RPG de Mesa”, entre tantos outros. Entretanto, mais do que batalhas e comparações entre dados, há algo que nunca muda de um formato para o outro de jogo: há uma história a ser contada.


Contar histórias é a raiz do RPG e é por isso que funciona tão bem quando falamos da modalidade por Fórum, ou Play-by-Forum (PbF).


O RPG via Fórum é semelhante a escrever uma história, um livro ou um conto. Assim como as pessoas fazem em seus blogs, no fórum basta você descrever cuidadosamente o que seu Personagem vai realizar. Geralmente o cenário todo, com seus detalhes mais relevantes, é descrito pelo Narrador (Mestre)... aí cabe ao jogador apenas realizar a ação. Veja:


Mestre: O personagem está no chão de um quarto pequeno, com paredes de concreto rústicas que, assim como o teto, não possuem pintura. O chão é frio tem uma tonalidade esverdeada, como se tivesse sido encerado havia pouco tempo. O pouco que será visível ali dentro era graças a uma pequena janela. A abertura ficava na parte mais alta do cômodo, do lado oposto à porta, que estava entreaberta. Pela fresta entrava uma fraca luz amarelada...


Ciente dos detalhes relevantes da cena caberá ao jogador interpretar, quando for a sua vez, e realizar a ação. Por exemplo:


Jogador: Lentamente o personagem se levanta, sentindo o chão frio na palma de suas mãos e joelhos. Um pouco de fraqueza indica que algo aconteceu anteriormente, mas as lembranças parecem lhe escapar. Com muito cuidado ele se levanta sorrateiramente e caminha até a porta. Entretanto, antes de abrir, tenta ouvir alguma coisa que venha do lado de fora ou espirar pela abertura.




A melhor parte do RPG de Fórum é a possibilidade de se descrever ações e locais com riqueza de detalhes, dando maior dramaticidade à cena. Como o jogo acontece por “posts”, o jogador possui mais tempo para analisar a cena, os obstáculos e as facilidades, reler o Guia do Sistema, regras, rever sua ficha... e enfim... pensar! E depois, descrever em detalhes os sentimentos e ações do personagem, dando VIDA a ele finalmente.


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 6:55 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:33 pm

Participando de um Jogo

 
Como você pode participar de um jogo de RPG aqui, na Victory Road?
Aqui você não precisará necessariamente montar um grupo de pessoas para poder criar um tópico e sair se divertindo em sua jornada pokémon. É necessário apenas que crie sua ficha de personagem, de preferência rica em detalhes de personalidade e descrições físicas e, em seguida, crie o seu primeiro post na cidade que deseja iniciar sua aventura.


Em nossa equipe há diversos Mestres competentes para narrar sua jornada e lhe acompanhar no desenvolvimento de sua história. Caso queira, poderá também tentar iniciar uma jornada em dupla, trio ou quantos jogadores desejar. Também há a possibilidade de entrar no meio de uma jornada já iniciada por outro jogador mas, para isso, será necessário contactar o próprio jogador e ver se ele estará disposto a isso.


Além disso, nosso RPG conta com o sistema de níveis para adequar a sua história à melhor forma de desenvolvê-la. A sua ficha deverá ser sinalizada com a etiqueta correspondente ao nível que você quer para sua história: Difícil (Vermelho), Médio (Amarelo) ou Fácil (Verde). Isso não tem a ver com a dificuldade real do jogo, estando mais ligada ao grau de “maturidade”, como se fosse uma indicação de faixa etária. O nível Fácil é muito semelhante ao anime (onde não tem violência, morte ou coisas do tipo), o nível Médio, contém violências leves e eventualmente alguma morte. O nível Difícil é como se fosse classificação 18+, sendo liberadas cenas de violência, sexo entre outros. Tudo isso para adequar o tipo de narrativa que você deseja para o seu jogo ao tipo de narrativa que seu mestre está permitido criar e não desestimular o jogador.


Caso tenha qualquer dúvida de como iniciar sua Jornada, procure um de nossos mestres no Suporte do RPG. 


Boas Práticas de escrita

 
Enquanto estiver jogando, ou seja, postando mensagens em áreas de jogo, utilize as formatações do texto para diferenciar o que é narrativa, do que é fala e pensamento de seu personagem. Geralmente utiliza-se o texto sem formatação ao descrever detalhes da cena, texto em negrito para caracterizar a fala do personagem e texto em itálico para definir pensamentos (mas isso não é regra, você pode formatar seu próprio estilo de escrita, apresentaremos aqui apenas uma sugestão). Veja:
 
 

Exemplo de escrita de jogador:



Mikael entrou na sala com uma expressão pouco comum para sua postura, fechando a porta em seguida. Ele sorria. Em um homem como ele, aquele tipo de atitude era tão rara quanto boas notícias em um campo de guerra. Sr. Jorhel, absorto na leitura de inúmeros papéis, ignorou-o como sempre fazia.


- Sr. Jorhel, a Srta. Madagg o aguarda no hall. – anunciou Mikael, alargando ainda mais seu sorriso, que agora assumia dimensões diabólicas.


Pela primeira vez Jorhel sentiu medo. Aquela mulher sinistra e misteriosa em sua residência só poderia significar uma coisa: problemas. Sua mente trabalhava nas hipóteses e no que deveria fazer – Não posso deixar que ela me veja... preciso encontrar uma forma de despista-la... – pensou, enquanto uma idéia lhe veio de súbito – Mikael, diga a Srta. Madagg que se confundiu e que não estou em casa. Se ela mencionar que pretende aguardar, diga que viajei e voltarei em alguns dias!


Mikael sorriu mais abertamente. Parecia sentir prazer no que estava prestes à dizer:

- Tarde demais, Sr. Jorhel. Ela está esperando do outro lado da porta... convidei-a para me acompanhar até aqui.


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 6:56 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:35 pm

Narrativa


Durante as narrativas do jogo é importante que os papéis do Jogador e Mestre fiquem bem definidos. Para isso, o bom senso é que estabelece o limite ou o ponto em que o narrador e jogador podem invadir na Narrativa.


Cabe ao Mestre, por exemplo, descrever a cena com riqueza de detalhes, pontuando o que for mais importante para a Crônica, simulando a atenção que dispensamos às coisas quando as percebemos com nossos sentidos. Para isso, é comum que se utilize o campo de visão e audição do personagem como limite. Ou seja, o Narrador descreve apenas o que o personagem pode ver/ouvir, e cabe a ao jogador decidir o que fazer em seguida. Também não é de “bom tom” que o Narrador interfira nas ações do jogador, determinando suas falas, gestos ou pensamentos. O personagem é uma ferramenta do Jogador, e cabe a ele decidir o que este pensa, fala ou faz.


Entretanto, em alguns casos específicos o narrador pode (e deve) intervir. Principalmente nos casos em que se faz necessária a implantação de alguma informação. Diversas situações podem colaborar por uma narrativa mais invasiva por parte do Mestre. Caso o jogador não tenha chegado à conclusão que o Narrador esperava (ou precisava), ao ver determinados fatos, ele pode narrar que o jogador “percebeu a ligação entre as coisas”, ou se valer de outros artifícios para deixar as coisas mais explícitas.


Outro exemplo comum é quando a cena exige que o personagem expresse algumas fraquezas (como o medo, fome, dor, inferioridade, humildade etc), mas o jogador a recusa. A paixão que o jogador desenvolve pelo seu personagem, às vezes, colabora para que o mesmo não queira demonstrar estas fraquezas. Nestes casos, para garantir o desenvolvimento da Crônica, e a boa interpretação da cena, o Narrador deve informar que o personagem de fato “sentiu medo”, “teve que fugir” ou não pode fazer determinado movimento “por causa da dor”. Elementos que fogem do controle do jogador também podem ser colocadas pelo narrador, como por exemplo, algumas características fisiológicas (sede, fome, frio etc).


No caso do jogador, pede-se que o mesmo não interfira na narrativa da Crônica. Entende-se por isso, que ao postar uma mensagem no fórum, narrando as atitudes do personagem, o jogador não deve trazer para a cena aquilo que não foi previamente mencionado. Veja o exemplo:


Exemplo de cena:


Mestre: Norah recebeu um pequeno pacote de papelão, com não mais do que 10 cm³. Ao abri-lo, encontrou um estojo ainda menor, cuidadosamente depositado sobre jornais amassados, provavelmente para que não chacoalhasse no transporte. Tratava-se de um estojo de camurça negra, com um pequeno fecho dourado.


Jogador: Depois de passar pelo espanto de receber um pacote inesperado, e pelo surto de curiosidade ao abrir a caixa de papelão, Norah não resistiu, e abriu a caixinha negra também. Ela ficou maravilhada com o pequeno anel de brilhantes que encontrou.
 
Note que na cena acima não foi mencionado, em momento algum, o que havia dentro da pequena caixinha de camurça negra. O suposto “anel de brilhantes” foi uma criação do jogador, sem saber o que o Narrador estava guardando para aquele objeto. Em casos como estes, o Mestre pode (e deve) desconsiderar o post, e exigir uma nova ação por parte do jogador.


Fora essas recomendação, lembre-se que ações do tipo:


Exemplo (péssimo) de Cena:


Abro a geladeira e pego o leite.

São para chats de RPG, não jogos de interpretação. Uma cena como a da frase acima ficaria muito mais intensa se fosse narrada de outra forma, como por exemplo:


Exemplo (razoável) de cena:
Sentindo o fundo do estômago roncar, já que se passava certo tempo desde sua última refeição, ele foi até a cozinha. Num movimento quase instintivo, caminhou em direção à geladeira e abriu a porta, sentindo o ar gelado lhe batendo na face. Não demorou muito e sua fome lhe indicou um caminho aceitável: o leite. Sem pensar muito, ele pegou a caixinha já aberta, enquanto lambia os lábios em aprovação...
 

Por fim, um fator importante, é que o jogador sempre deixe claro o que está fazendo com seu personagem. É necessário que este procure descrever a cena com o máximo de detalhes possíveis, como por exemplo, o uso de algum artifício (como itens, habilidades especiais de seus pokémons, etc), a intenção de ocultar alguma coisa dos outros personagens. Também não é necessário usar palavras rebuscadas e expressões coloquiais, visto que esse é um artifício que pode ou não ser usado para enriquecer sua narrativa, porém não é de uso obrigatório. É importante salientar que o jogador deve se sentir livre para escrever da forma mais confortável para ele e fiel a seu personagem, lembrando sempre que um bom tópico é feito pela sintonia do mestre e do mestrando.


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 6:48 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Sab Dez 23, 2017 10:36 pm

Postando


Enfim, não existe uma fórmula mágica para se fazer um bom post, no final das contas. Mas há algumas orientações que podem ser úteis:



     Conheça seu personagem – Isso mesmo! Você precisa visualizar o personagem como um “ser existente” também, não uma “coisa” que você inventou... quanto mais você se aprofundar na historia, nos anseios, na personalidade etc, mais fácil será para interpretar seu personagem. Ter uma ficha completa do seu personagem é o ideal!


     Analise a personalidade – Cada personagem tem uma personalidade. Por isso, é bom explorá-la. Tente incorporar isso nas interpretações. Procure dar uma personalidade única, alguma coisa marcante no seu personagem uma característica com a qual todos vão poder reconhecê-lo.


     Evite erros de português – Numa interpretação, o português correto é muito importante. Procure usar um português claro, fácil de ser interpretado. Isso facilitará suas futuras ações e as de quem esta interpretando com você.


     Se você não é nenhum “ás” da gramática, procure escrever seus posts num destes programas processadores de texto comuns. Eles certamente possuem ferramentas de correção ortográfica que o auxiliarão!


     Descreva suas ações, falas e pensamentos – E necessário que sejam diferenciadas as ações, das falas e dos pensamentos, conforme abordado acima...


     Faça posts coerentes – Procure seguir a mesma linha de raciocínio durante todo o post. Se o tópico se inicia numa arena, o personagem continua lá até que ele se retire... e isso deve ser descrito. Ele não pode ir de um local a outro sem nenhuma explicação.


     Inovação é permitida – A partir do momento que você tem certo domínio sobre seu personagem, você pode inovar na interpretação. Sua imaginação e o limite, desde que a essência dos personagens seja mantida.


    Procure sempre finalizar a ação – Evite entrar numa ação se não souber o que está acontecendo, detalhadamente. Procure colocar um começo, meio e fim em suas ações.
 
    Não traga desentendimentos para a interpretação – Se você não gosta de algum usuário, resolva isso antes da interpretação. Se isso não for possível, não leve a desavença para a interpretação. Naquele momento, vocês são os personagens e não os players. Os mesmo vale para o inverso – seus personagens podem até ser inimigos mortais, mas vocês são amigos jogando um jogo.

    Não tenha medo de errar – Muita gente tem medo de interpretar porque tem medo de errar. Não se preocupe com isso. Todos erramos. Ninguém é perfeito. Em pouco tempo, você estará tão familiarizado com o jogo, que fará seus posts com tranqüilidade e brilhantismo, sem perceber.


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:03 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 3:49 am

O Continente de Cyndara



O continente de Cyndara é um continente relativamente não tão antigo, que ainda está em expansão, descobrindo e agregando terras novas. Ele é gerido por um conselho que é composto pelo líder de cada cidade do continente, e é mediado por Helio quando necessário. Cada cidade possui sua particularidade, assim como cada líder, e as vezes há choques de interesses, e nessa hora é necessária uma intervenção para manter a paz do continente. Não é um lugar perfeito, pois em algumas cidades, pessoas ainda vivem em condições subumanas e isso afeta todo o continente, apesar de possuir locais muito bonitos, místicos e mortais. Essa grande massa de terra é dividida em três partes principais: Tobita, Salttraki e Onico, respectivamente, as partes leste, central e oeste do continente.

Cyndara é um continente enorme e abriga quase todas as espécies de pokémon até hoje conhecidas. Ele possui desertos, áreas glaciais, um vulcão adormecido, ruínas misteriosas, pântanos e florestas densas. É um Excelente lugar para iniciar uma aventura pokémon. 


Mais detalhes sobre as cidades você encontrará em seus respectivos tópicos.



(O continente de Cyndara)


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 10:08 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 3:53 am








Criando seu Personagem



Agora que você já conhece um pouco sobre o nosso maravilhoso continente, é chegada a hora de criar seu personagem para explorá-lo completamente. Esse personagem pode ser do jeito que você sempre imaginou ou baseado em algum personagem já conhecido, tanto do universo Pokémon quanto de qualquer outro.
Para criá-lo, basta especificar suas característias, histórias, medos, receios, sonhos, etc. Abaixo mostramos como poderá criar um personagem à sua maneira.




Personalidade, Características e Tendência



Uma das coisas divertidas em se jogar RPG é interpretar uma outra pessoa, pensar como ela pensaria, agir como ela agiria. No jargão dos atores, você passa a “entrar no personagem”. Conforme a jornada avança, a sua ficha de personagem começa a ganhar volume, não apenas com mais pokémons ou itens mas também passa, através dos tópicos, a ter uma história, ter um passado. Entretanto, é raro que um personagem possua personalidade e que pense nela na hora de agir.


As características físicas de seu personagem é a forma que você terá para personalizá-lo. Diferentemente dos jogos eletrônicos, no RPG de mesa (ou de fórum neste caso) você pode descrever todos os detalhes físicos de seu personagem sem limitações. Ele poderá ter marcas, tatuagens, vestuários, cabelos, tudo da forma que sempre imaginou.


Tendência basicamente descreve a índole de seu personagem. No RPG de mesa existem nove tipos de tendência. Porém, aqui em nosso Sistema, você poderá optar entre três deles: Bom, Neutro ou Mau.


"Bom" implica altruísmo, respeito pela vida e consideração pela dignidade de seres sensíveis. Personagens bondosos fazem sacrifícios pessoais para ajudar os outras pessoas ou pokémons em maior ou menor grau.


"Mal" implica ferir, oprimir e matar os outros. Algumas criaturas ou personagens maus simplesmente não têm compaixão alguma pelos outros e matam/roubam sem escrúpulos se fazê-lo for conveniente. Outros ativamente buscam o mal, matando/roubando por esporte ou por dever para com alguma divindade, mestre ou por alguma facção criminosa.


Pessoas e criaturas que são Neutras quanto a bem e mal têm escrúpulos em matar inocentes mas não têm o compromisso de fazer sacrifícios para proteger ou ajudar os outros. Pessoas e pokémons neutros se comprometem a outros por relações pessoais. Uma pessoa neutra pode se sacrificar para proteger sua família ou seus pokémons, bem como pertences importantes, mas não o faria por estranhos que não estão ligados a eles.
Isso não quer dizer que você não poderá mudar sua índole conforme o desenrolar da história do seu personagem...é claro que poderá. Mas ter esse indício inicial servirá para o Mestre direcionar seus enredos de forma mais assertiva de acordo com a personalidade de seu personagem e para o Jogador se lembrar sempre da índole do mesmo durante sua interpretação.


É super comum os jogadores se apegarem a seus personagens de tal maneira que acabam agindo de forma que esqueçam de interpretá-lo. Às vezes, nos apaixonamos tanto pelo personagem que criamos que não demonstramos suas fraquezas na interpretação, nem mesmo suas dificuldades. Isso é, portanto, ruim para uma evolução mais plausível de seu personagem e, também, acaba perdendo aquela graça do roleplay interpretativo, onde você se passa pelo personagem que criou.


Características que são interessantes descrever sobre seu personagem são: a personalidade em si, características físicas, crenças, gostos, etc.
 
 

História



A história do seu personagem ajuda a situá-lo no mundo da jornada. Freqüentemente o futuro nasce do passado, então a história do personagem sempre pode ser útil para o Mestre. Porém, não sinta obrigado a escrever um romance sobre o que levou seu personagem ao início da campanha. Ao invés disso, deixe que a história do personagem entre no jogo gradualmente, à medida que você se aventura por Cyndara.


Neste ponto, talvez seja útil perguntar ao seu Mestre o quê aconteceu ao mundo durante a vida do personagem e pouco antes dele para que você possa pensar um pouco sobre como os eventos recentes o moldaram. Uma guerra combatida enquanto o personagem era uma criança talvez tenha tomado para si um irmão mais velho ou um pai. Um saque durante essa guerra pode ter ocorrido bem perto do lar dele e o personagem foi marcado física ou emocionalmente pelas mãos do inimigo.


Nem todos os eventos da jornada precisam ser traumáticos, no entanto - mas se eles forem memoráveis para o personagem, vale a pena tanto Mestre quanto Jogador incluí-lo no histórico dos personagens. O histórico da jornada, enquanto determina um cenário para a história vindoura, não possui o efeito pessoal que os históricos dos personagens fornecem. Portanto, trabalhe para que ambos se complementem.


Coisas legais de mencionar na história da personagem: seu lar (como foi ou como é), suas vontades e sonhos, sua infância, eventos que marcaram física ou emocionalmente, como conheceu seu primeiro pokémon (o seu inicial), etc.




Profissão



Cyndara é um continente criado com base no universo Pokémon, certo? Porém, nem só de treinadores vive um continente (ao contrário dos jogos, claro).


Mesmo no universo pokémon, há inúmeros personagens nos mangás e animes que retratam diferentes tipos de profissão. Seja a Enfermeira Joy, a Policial Jane, os Professores Pokémon como Oak, o Cientista Bill, entre outros. Todos eles são importantes para o continente por seus serviços prestados.


Com base nisso, a Victory Road criou um sistema exclusivo de profissões com base no universo Pokémon. Ela é dividida em profissões: Treinador, Coordenador, Criador, Caçador de Recompensas, Detetive, Explorador, Médico, Militar, Pesquisador e Ranger. Cada uma destas possui quatro especializações possíveis e que fornecem exclusivos benefícios aos jogadores para ajudar em sua jornada e em seus objetivos.




Veja abaixo as árvores de Profissões e suas Espcializações:
 
Para saber mais detalhes de cada Profissão, vá direto para a última seção deste guia.




Pokémon Inicial



Bulbasaur, Charmander ou Squirtle?
...
Treecko, Torchic ou Mudkip?
...


Acha difícil fazer esse tipo de escolha?
Por padrão, nos jogos da franquia Pokémon o Jogador possui três opções para escolher seu Pokémon inicial, independente da geração. Aqui na Victory Road não seria diferente não é mesmo? Sim...seria...aliás é!!!


Para aumentar as possibilidades de roleplay, de personalização e customização dos nossos aventureiros, trazemos com nosso Sistema exclusivo uma gama enorme de Pokémons para se iniciar sua jornada. Sim, uma gama de 180 pokémons ppossíveis para se começar uma aventura inédita em um lugar incrível como Cyndara!


O mais legal disso tudo é que, lá na sua História, você poderá mencionar como conheceu seu pokémon inicial, da forma que achar mais coerente com seu personagem. Veja exemplos: seu personagem pode ter conhecido o pokémon em um evento de adoção Pokémon, o seu inicial pode ter te resgatado de alguma situação de risco, pode ter recebido seu primeiro companheiro de presente de um parente ou dos pais de seu personagem, ou seja, são inúmeras histórias.


Quer saber quais pokémons estão disponíveis para iniciar sua jornada? Então clique aqui e veja a lista anexada ao guia


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:07 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 3:55 am






Iniciando sua Jornada


Nosso sistema possui o foco de ser simples e, ao mesmo tempo, dar grandes possibilidades de customização por parte dos jogadores. Por isso, aqui em Cyndara, você poderá optar por começar sua aventura em qualquer cidade.
Para isso, basta criar sua ficha, aguardar a aprovação da mesma e então criar um tópico no lugar na qual deseja iniciar sua jornada. Daí, basta ir até o tópico de Novas Jornadas e postar as informações necessárias de acordo com o modelo no tópico, para que um Mestre assuma sua aventura e possa lhe acompanhar.


Batalhando

As batalhas no RPG são feitas em formato dinâmico para garantir uma boa variedade de estratégias. Nosso sistema possui total foco na interpretação, logo, não será realizada jogadas de dados para calcular danos, esquivas e afins.
Os Mestres assumirão particularidades como: estratégia elaborada, condição de cada pokémon, condição do ambiente, resistências e fraquezas, poder base do dano, acurácia do movimento e outros fatores para assumir se os pokémons foram ou não bem sucedidos em seus turnos. O Mestre também poderá julgar sua estratégia muito fraca se comparado ao adversário, fazendo com que ele seja bem sucedido e seu personagem não. Veja um exemplo:


Jogador: Estávamos em uma situação de risco. Roggenrola estava embrulhado com sementes que sugavam suas energias a cada turno de combate e isso estava enfraquecendo-o demais. O Bulbasaur que enfrentávamos era muito resistente, mas já demonstrava sinais de cansaço. Este era o momento para nos livrarmos destas vinhas e recuperar as energias para que, no próximo turno, pudéssemos atacar com tudo.


- Roggenrola! Use Toxic próximo de você e role no chão para que ele corroa essas vinhas em seu corpo. Após isso use Sand Attack para distrair Bulbasaur e ative seu Harden na retaguarda.
No próximo turno o Mestre poderá ou não considerar a estratégia do Jogador como bem sucedida. Neste caso, o Jogador tomou devidos cuidados para descrever como seu pokémon agiria. É diferente de uma situação como essa:


Jogador: ...


- Roggenrola! Use Toxic, depois Sand Attack. Em seguida use Harden na retaguarda.
Viu só a diferença? Em nenhum momento o Jogador acima descreveu o que o Roggenrola faria com Toxic e Sand Attack. Neste caso, o Mestre pode (e deve) assumir como um ataque comum ao outro pokémon o que, de fato, não era a vontade do Jogador. Por este motivo, recomendamos que sempre descreva detalhadamente o que deseja que seu pokémon ou personagem faça no turno, facilitando assim a interpretação do Mestre e maximizando as chances de sua ação ser bem sucedida.


O Mestre pode (e deve) manter os jogadores informados, a cada turno, da saúde de seus pokémons, facilitando assim na criação de estratégias.  Em nosso sistema os Mestres utilizam de uma visualização percentual dos pontos de sáude dos monstrinhos, bem como as condições e status, veja um exemplo:


Roggenrola (25%) – com Leech Seed
Bulbasaur (50%) – Accuracy -1
Porém, os Mestres também podem utilizar de um sistema de nomenclaturas, veja abaixo o mesmo exemplo:
Roggenrola (ofegante) – com Leech Seed
Bulbasaur (cansado) – Accuracy -1


Adquirindo Experiência



Nem só de batalhas evolui o pokémon. Experiências (EXP) durante suas aventuras moldam seu jeito, sua personalidade e caráter. Tudo isso influencia direta ou indiretamente em batalhas e no convívio com seu treinador. Pensando nisso e tomando por base que temos diversos tipos de profissões, elaboramos um sistema de ganho de experiência que se atenda à todos os tipos de jogadores: os treinadores, os cientistas e os aventureiros. Veja abaixo como adquirí-las:


·         EXP por Roleplay - Ao terminar uma página o jogador recebe EXP pelas ações que fez no tópico até então, sem contar com batalhas, utilizando seus pokémons.


Exemplos: Realizou um treinamento específico, abriu um pote de ração Pokémon, tirou um Skitty da árvore, invadiu um sistema de segurança avançado com Porygon2, amarrou bandidos com seda de inseto ou ajudou a tia Gertrudes a atravessar a rua.


Essa quantidade de EXP varia de de acordo com a dificuldade das ações. O valor para Fácil é 20 EXP, Médio 60 EXP e Difícil 150 EXP. Tudo isso dependerá da interpretação do Jogador e da tarefa concedida pelo Mestre. Há um bônus de 30 EXP para cada pokémon utilizado na ação.
 
·         EXP por Batalhas Individuais – Cada nível do Pokémon adversário rende 10 Pontos de EXP, ou seja, cada nível será utilizado para cacular com o modificador de experiência.


Exemplo: O Roggenrola vence Bulbasaur lv 17 e recebe 170 pontos de XP.
 
·         EXP por Batalhas Múltiplas - Soma-se a quantidade de EXP dos pokémons adversários e divide por igual entre os pokémons do jogador vencedor.


Exemplo: O Roggenrola e Pikachu derrotando Beedrill, Ratatta e Buterfree (todos no nível 10). Soma-se o EXP que cada um fornece indivicualmente (10 EXP + 10 EXP + 10 EXP = 300 EXP). Divide-se por igual entre os pokémons vencedores, ou seja, 150 EXP pra cada.


·         Em caso de derrota - Nem só vitórias nos fornecem experiência na vida, não é mesmo? Pois bem, com os pokémons funciona da mesma forma. O pokémon recebe metade da EXP que receberia se vencesse. (simples e prático).
 
·         EXP por Tópico - Ao acabar um tópico o Mestre julga o desempenho do roleplay do Jogador e fornece um bônus entre 50 e 200 pontos de EXP. Esses pontos, em especial, o Jogador poderá distribuir entre os Pokémons que quiser de seu time, desde que tenham participado, em algum momento, do roleplay no tópico todo.
 
Legal, já sabemos como receber os gloriosos Pontos de Experiência. Mas...quanto precisa pra subir 1 nível? E 2? E 20 níveis? Pra isso criamos uma tabela padrão de experiência que todos os Pokémons seguirão e que já terá na ficha do seu monstrinho. Veja abaixo como está organizada a tabela.
 
 
 
Tabela de EXP:


















Níveis
Experiência
1 - 10
50 EXP
11 - 25
100 EXP
26 – 40
200 EXP
41 - 80
400 EXP
80 - 100
800 EXP
 

Capturando seus Pokémons



Do que adianta evoluir apenas um pokémon não é mesmo? Um dos principais objetivos dos jogos da franquia Pokémon é completar a tão sonhada Pokédex, o completo índice com todos os monstrinhos existentes.


Aqui na Victory Road, consideramos a numeração da National Dex e temos o sistema incluído já no Pokétch. Mas, e para capturar seus pokémons? Como eles aparecerão pra mim?


Assim como as batalhas, as aparições de pokémons selvagens deverão acontecer de forma dinâmica durante sua jornada. Aqui não há necessidade de adentrar aos “matinhos” perigosos para trombar com um pokémon. O Mestre, sempre através da narrativa, indicará algum pokémon aparecendo e, caberá ao jogador, decidir como agir perante a situação pois, em alguns casos, o Mestre pode narrar que um pokémon esteja machucado e, dependerá da personalidade de seu personagem e de sua interpretação, o desenrolar dessa história. Veja um exemplo de situação:


Mestre: Misty caminhava calmamente pela rota em um dia tranquilo e ensolarado. Um fraco vento batia em seu rosto de forma leve mas que, por instantes, aliviava a sensação térmica do seu corpo. A jovem seguia caminhando mais próximo do pé da montanha, pois não achava seguro andar pela estrada. Entre algumas pedras a sua frente, a garota avistara uma pequena cauda laranja envolta de uma fraca chama. Ao se aproximar vagarosamente, notara ser um pequeno pokémon machucado. A salamandra laranjada chorava de dores e Misty, ali parada, olhava para a criatura...


Neste exemplo bem simples o Mestre narrou a situação onde Misty encontrara um pokémon ferido. Agora, a ação do personagem vai depender única e exclusivamente do Jogador. O recomendado é que o jogador faça as ações como seu personagem faria, usando a personalidade criada para tal. Logo, se Misty for alguém arrogante e de tendência Má, ela poderia simplesmente lançar um de seus pokémons e iniciar uma batalha desvantajosa e covarde, no intuito apenas de capturar a pobre criatura. Caso sua personalidade fosse com tendências voltada ao Bem, ela provavelmente ajudaria o pokémon, sem se preocupar em capturá-lo ou não.

Viram como é divertido e dinâmico esse modo de jogar? Agora, para capturar os pokémons, precisamos utilizar as famosas pokéballs, certo? Mas, qual usar? E quando? Para isso criamos uma tabela (que pode ser conferida no fim do guia) de quais pokéballs utilizar de acordo com o nível do pokémon enfrentado e, também, de acordo com alguma característica específica (no caso de utilizar apriballs).


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:09 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 3:56 am

                   

Viagens e Transportes



A maior parte da viagem dentro do continente acontece à pé (ou com algum meio de locomoção favorito do seu personagem, como por exemplo um skate) e passando por entre cada Rota e Cidade.


Isso acontece durante o roleplay. O Jogador escolhe o local onde deseja iniciar sua jornada e então cria um tópico dentro desse local para que um Mestre possa assumir a jornada e acompanhá-lo. Ao término do enredo que o Mestre tenha criado para o Jogador para aquela Rota ou Cidade, o Jogador será notificado sobre a finalização daquele tópico e que, à partir dali, ele poderá criar um novo tópico em determinada Rota ou Cidade. Caso o jogador possua algum Pokémon com as habilidades Surf ou Fly, é neste momento (no fim do tópico atual) que ele poderá utilizar a técnica para se locomover.


E é aqui que explicamos como funcionará cada um deles...


Surf



Conhecido desde o início da franquia Pokémon, o Surf é utilizado pelos seus treinadores no intuito de atravessarem o vasto oceano ou, até mesmo, grandes lagos dentro do continente. Em Cyndara não é diferente: a técnica continua com a mesma funcionalidade, porém com algumas restrições no quesito roleplay.


No mangá ou no anime diversas situações já foram apresentadas em que Pokémons utilizavam da técnica Surf para batalhar ou atravessar águas marinhas. Porém, nunca foi abordado questões como: Por quanto tempo o Pokémon consegue levar seu treinador? Por qual distância? Depende do nível do Pokémon?


Com base nesses questionamentos e em muitos outros, elaboramos um sistema simples para a utilização da técnica. Nos baseamos apenas no quesito distância (entre cidades) que cada Pokémon poderá levar seu treinador. Em tese, Surf é uma técnica onde um Pokémon cria uma grande onda capaz de carregar o seu treinador por longas distâncias, e por esse motivo, o cansaço dos Pokémons são distintos. Um Pokémon mais evoluído tende a aguentar maiores distâncias do que as criaturas em sua primeira linha evolutiva. O Pokémon poderá te levar por rotas aquáticas e alguns deles poderão usar o Dive, que permite explorar debaixo d’água!


Com base nisso o Sistema funcionará da seguinte forma:


O Pokémon perderá HP (ficará cansado como se estivesse em uma batalha) equivalente a 1/10 do peso de quem ele esteja levando, arredondado pra baixo por página de RP.


Ex: O personagem pesa 80 Kg e está viajando com seu Growlithe, em cima de seu Mantine. (80 Kg + 19 Kg/10 = 9.9) Considerando 19 Kg como o modelo de peso de um Growlithe e o HP base de Mantine sendo 85, ele conseguirá suportar o peso do personagem e do Growlithe por 9 páginas de tópico antes de desmaiar. É possível usar itens de restaurar a vitalidade para se manter mais tempo navegando. A velocidade da viagem vai depender da interpretação do mestre a respeito da velocidade do Pokémon.


Agora vejamos como voar...


Fly



Assim como o Surf, o Fly existe desde a primeira geração da franquia. Ele é utilizado, no jogo, para que os treinadores voem entre as cidades já visitadas, independente de distância. Mas, novamente, por motivos de roleplay criamos uma regra em que Pokémon aguentará o personagem nas costas da mesma maneira que no Surf:


Vejamos um personagem que pesa 65 Kg viajando num Charizard (Base HP 78):


O charizard conseguirá voar por 12 páginas de jogo. (65/10 = 6.5)


O Pokémon poderá batalhar carregando o dono, porém além do dano da batalha, ele continua perdendo HP pelo cansaço de carregar o treinador. Qualquer alteração de forma que implique na mudança da base HP do Pokémon (Evolução), deverá ter a diferença entre a base HP da forma nova somada ao base HP da forma antiga.
 
Ex: Pidgeotto evoluiu para Pidgeot = 83-63 = 20.
 
 
 

Outors HM’s e Observações



Um ponto importante para todos os Jogadores: o sistema para utilizar essas técnicas de “pular” cidades não se assemelha com o fato do Jogador utilizá-las em batalhas ou durante o roleplay. Se, por exemplo, durante o roleplay o Jogador precisar chegar em algum local mais alto, ou atravessar um pequeno rio dentro da mesma Rota/Cidade, ele poderá descrever simplesmente que tentou utilizar algum de seus Pokémon para ajuda-lo, mesmo que este não saiba a técnica Fly ou Surf. Porém, durante batalhas, o Jogador só poderá utilizar a técnica se o seu Pokémon a tiver aprendido. Veja um exemplo maneiro:


Jogador: Estávamos em uma situação complicada, precisávamos chegar ao topo daquela montanha mas seria difícil escalando sozinho. Estava também sem equipamentos de escalada – Devia ter ouvido meu Pai – pensei na hora.


Apesar de cansado da última batalha, talvez Fearow pudesse me ajudar. Chamei-o para fora de sua Pokéball e lhe expliquei meu plano:


- Fearow, precisamos chegar lá no topo da montanha. Sei que você ainda não aprendeu a técnica Fly para poder me carregar facilmente, mas acho que juntos conseguimos fazer isso. Quero que agarre minha mochila e vá levantando voo devagar enquanto escalo o paredão. Assim você alivia meu peso e eu consigo subir sem equipamentos.


Viram só, é um roleplay onde o Jogador improvisou para suprir a necessidade da técnica Fly. Claro que, ficará à cargo do mestre decidir se o Jogador teve ou não sucesso em sua estratégia. O mesmo pode ser usado para o Surf e Ride, enriquecendo o roleplay de cada um e criando diversas situações e vivências incríveis com seu Personagem.
TM’s como Waterfall, Dive e Whirlpool poderão ser ensinados aos Pokémons de acordo com a lista oficial do Jogo. 


Bem como Fly e Surf. Porém, por motivos de inutilidade para roleplay e batalhas, Strength e Cut não existem em nosso continente de Cyndara. Não é necessário um jogador utilizar Cut para cortar uma árvore visto que seu Pokémon possui técnicas como Slash.


Caso tenha dúvidas de quando puder utilizar esse tipo de roleplay ou quais ténicas podem ser utilizadas em certas situações, fale com seu Mestre antes de realizar sua jogada.


O Teleport pode ser usado em qualquer lugar do jogo, uma vez por tópico, e o personagem se transporta automaticamente para o centro Pokémon da cidade de sua escolha. Qualquer golpe pode ser ensinado na forma de tutoria, com o ancião da cidade correspondente ao tipo do move. Cada golpe custa 5 Heart Scale para ser ensinado.


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:12 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 4:02 am

A Liga Oficial de Cyndara



Todo continente do mundo Pokémon possui seus ginásios, competições, etc. Por aqui, não é diferente e o Governo local possui um rigoroso registro de todos os seus treinadores, no intuito de evitar caças e batalhas ilegais.


Todo novo aventureiro possui um cadastro único no sistema de Cyndara, mesmo que ele tenha vindo de outra região (como Kanto, Johto, Sinnoh, etc.). No registro constam os dados pessoais, a profissão, os pokémons vistos/capturados e outras informações úteis (como por exemplo as insígnias conquistadas ou títulos de contests).


Enfim, quem possui seu registro e seu Trainer Card, poderá usufruir de diversos benefícios como Sistema de Trocas entre treinadores, uso de Centros Pokémon, Sistema de Box e vários outros.


Treinadores registrados terão também a possibilidade de desafiar Ginásios e participar de Contests, bem como batalhar em Competições oficiais.


Por outro lado, o Mercado Negro no continente existe. Mesmo com o grande esforço do Governo, organizações falsificam registros e acabam conseguindo ilegalmente utilizar os sistemas mencionados e, até mesmo, participando de eventos oficiais.


Partindo para o que interessa agora...


Ginásios de Cyndara



Como de costume, aqui terá oito ginásios onde cada líder é especializado em um tipo específico de Pokémon, certo? Errado.


O Governo decidiu que em Cyndara as coisas serão diferentes. Partindo do princípio que a Liga Oficial da região é conhecida por todo o mundo como uma das mais desafiadoras, temos à disposição dos treinadores 18 Ginásios distintos onde seus Líderes e responsáveis poderão utilizar um Pokémon que não é do tipo específico.


Sim, isso mesmo jovem aventureiro. E mais, cada ginásio poderá ter um estilo e regras de batalha próprios, fazendo com que o recebimento de uma Insígnia seja o mesmo que conquistar um grande troféu. Porém, para participar da Liga Oficial, basta juntar apenas 8 das 18 insígnias disponíveis. Claro que, juntar todos, pode trazer a você algum benefício, né?


Conheça aqui os líderes. Todas as informações necessárias para você, treinador, desafiá-lo e buscar sua vitória.
Além dos ginásios oficiais, algumas cidades contam com ginásios não oficiais com as regras atribuídas por seus líderes.



Ah, claro! Para desafiar um líder de Ginásio, basta ir até a cidade na qual o ginásio se encontra, acessar o tópico do Ginásio e postar, em modo roleplay, que deseja desafiá-lo. Em seguida, o Mestre que será responsável por ser o Árbitro da partida criará um novo tópico e dará as devidas orientações para o Jogador e Líder.


A Elite dos 4



Cyndara possui uma elite secreta. Eles não revelam sua identidade e nenhum treinador até hoje consegui derrotar os quatro em uma disputa oficial da liga Pokémon. É possível encontrá-los pelo continente, porém, vai ser difícil saber seu real título.


Contests


Assim como o Clã das Joy's e Jenny's, os Jeremy's formam um Clã endogâmico, onde cada um deles parece uma cópia do outro. Cada um deles mora em uma cidade e são os Juízes oficiais do continente de Cyndara


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:17 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 4:05 am





Anexos do Guia



Agora vou detalhar as profissões que você pode exercer, bem como darei detalhes sobre os Pokémons Iniciais que você poderá optar para começar a se aventurar em sua jornada, quais os tipos de Poké Balls utilizar, a lista dos Pokémons que aprendem os TM’s e muito mais informações.


Confira abaixo e divirta-se!


Profissões



Dentro de cada uma delas, existe um caminho ao qual você pode crescer e receber benefícios cada vez melhores, a fim de se tornar um especialista no ramo escolhido. Isso quer dizer que você será sempre limitado a uma profissão? Errado! Quando se tornar o especialista de uma, você adquire o direito de iniciar em uma nova. Seu personagem estará sempre evoluindo.

Mas vamos direto ao assunto pois ainda tenho algumas pesquisas e relatórios para terminar. Explicarei cada uma das profissões para que sua escolha seja a melhor possível.


Todo jogador recebe um Pokétch, que vem com um slot Mega Ring e um slot Z-Crystal (Z-Moves só podem ser usados uma vez por tópico). Além disso, você receberá 5 Pokéball e 2 Potion. O Pokétch é um dispositivo muito inteligente e prático pois possui vários Apps úteis como por exemplo a Pokédex, o Mapa e o Telefone.


Treinador, Explorador, Ranger e Coordenador:


Aqui estão concentradas as profissões voltadas aos torneios oficiais, treinamento e captura. Muito semelhante aos jogos e ao protagonista do anime, é o caminho para quem quer viver de batalhas e ter companheiros cada vez mais poderosos


Lembrando que qualquer profissão, pode participar de batalhas e eventos oficiais (Ginásios, Contest, etc)
 
 
Treinador: Essa é a melhor escolha para quem quer fortalecer seu time por meio de novos ataques e itens de apoio para enfrentar os desafios encontrados no meio da jornada, capturar Pokémons e fortalecê-los.
·         Nível 10
-      Pokéball Craft Machine
-      EXP Share
·         Nível 20
-      Lucky Egg
-      Dowsing Machine
·         Nível 30
-      Super Rod
-      PokéRadar
 
Coordenador:
Muito semelhante a linha de Batalhas, porém com um foco na beleza dos movimentos do pokémon e não apenas na força. É daqui que saem os principais participantes dos Contests
·         Nível 10
-      Amulet Coin
-      Fashion Case
·         Nível 20
-      Lucky Egg
-      Pokéball Craft Machine
·         Nível 30
-      Super Rod
-      PokéRadar
 
Ranger: Esse estilo de profissão gerencia a natureza protegendo os ecossistemas de perigos tanto naturais quanto antrópicos. Eles utilizam um sistema único que permite utilizar assistência de um Pokémon selvagem a seu favor. O vínculo é rompido depois que o pokémon é utilizado e o Capture Stylus necessita recarregar. Conforme seu level de profissão avançar, ele consegue manter mais pokémons por mais tempo.
·         Nível 10
-      Growth Machine
-      Capture Stylus
·         Nível 20
-      PokéRadar
-      Dowsing Machine
·         Nível 30
-      Aquadome
-      Restore Machine
 
 
Explorador: Muito semelhante à profissão de arqueólogo. Essas pessoas procuram por civilizações antigas, buscam por rastros de pokémons extintos ou raros. É uma mistura de pesquisador com treinador, já que concilia perfeitamente pesquisa e aventura.
·         Nível 10
-      TM Flash/Dig
-      Dowsing Machine
·         Nível 20
-      Amulet Coin
-      Óculos Infra Vermelho
·         Nível 30
-      Aquadome
-      Masterkey
 
Criador, Médico e Pesquisador
Está conseguindo acompanhar a explicação? Eu sei que é um pouco complexo, tive dificuldades em minha primeira vez também, mas não desista ainda. Falaremos agora dos profissionais que se dedicam a conhecer e aprender sobre os Pokémons e suas peculiaridades. Aqui estão as profissões relacionadas ao estudo, pesquisa e tecnologia. Para aqueles que desejam conhecer o desconhecido, criar, inovar ou simplesmente criar histórias semelhantes as do Frankstein, este é a melhor opção.
 
Criador: Sabe aquele profissional que conhece a comida certa para cada tipo de pokémon, que conhece o jeito de fazê-los felizes e de tirar o melhor de cada um? Pois bem, essa é a função do criador, sendo que aqui também oferecemos um foco no trato cm pokémons cmplicados e selvagens. É necessário muita dedicação e carinho.
·         Nível 10
-      Growth Machine
-      Lucky Egg
·         Nível 20
-      PokéRadar
-      Handbook
·         Nível 30
-      Super Rod
-      Restore Machine
 
- Pesquisador: O continente e as criaturas ainda escondem mistérios inimagináveis, tornando necessário que alguém se dedique a estudar e revelar os mistérios do mundo, Esse é o papel do pesquisador, buscar informações, explicar acontecimentos estranhos, analisar hipóteses...quem sabe até mesmo trabalhar com pokémons de outras eras?
·         Nível 10
-      Good Rod
-      Óculos Infra Vermelho
·         Nível 20
-      PokéRadar
-      Fossil Reversal Machine
·         Nível 30
-      Aquadome
-      Restore Machine


Médico: Já pensou na possibiliade de cuidar da saúde de seus pokémons sem depender de um Centro ou de itens? Os médicos aprender a arte da medicina, tornando-se verdadeiros hospitais ambulantes, favorecendo o próprio time ou até mesmo amigos.
·         Nível 10
-      25% de desconto em itens de cura
-      Growth Machine
·         Nível 20
-      Handbook
-      Stun Gun
·         Nível 30
-      2x Restore Mchine
-      Passe livre pelo continente.
 
Fascinante o mundo da ciência, não é mesmo? É incrível a variedade de caminhos que um jogador pode optar quando começar uma jornada. Porém não pense que acabou, ainda tenho um último grupo para apresentar. Aceita um café?


Essa é a última, porém não menos importante leva de opções. Aqui estão reunidas as profissões com maior relação a liberdade, exploração, autonomia e, como o nome sugere, aventura:
 
 
 
 
Detetive: Realiza vários trabalhos oficiais ou não oficiais para descobrir quaisquer que sejam as informações desejadas. Pode parecer uma profissão ligada à Polícia, porém o trabalho realizado pode ser oriundo de outras fontes. Sua função primordial é coletar informações.
·         Nível 10
-      Spy
-      Fashion Case
·         Nível 20
-      Dowsing Machine
-      Óculos Infra Vermelho
·         Nível 30
-      Stun Gun
-      Master Key
 
Militar: Executa missões diretamente enviadas pelo governo do continente, podendo ser recrutado para missões em parceria com os oficiais de cada cidade. Não é uma carreira com muita liberdade e autonomia, porém os militares têm muito prestígio, ganham bons pesentes, cortesias e desempenham um papel importante na segurança do continente
·         Nível 10
-      Óculos Infra Vermelho
-      Spy
·         Nível 20
-      Stun Gun
-      Livre uso de transporte pelo continente
·         Nível 30
-      Master Key
-      Sleep Gun
 
Mercenário (Caçador de Recompensas): essa classe é um verdadeiro curinga, desempenhando papéis de vilão ou de mocinho (até mesmo os dois de vez!) a depender de quem pagar mais. Assim como o detetive, consegue se disfarçar bem, porém ao contrário deste, o Mercenário tem a necessidade de saber lutar para se defender das enrascada em que se mete.
·         Nível 10
-      Spy
-      Fahion Case
·         Nível 20
-      Óculos Infra Vermelho
-      Dowsing Machine
·         Nível 30
-      Master Key
-      Aquadome

 
 
 
 
 
 
 

Lista de Pokéballs



Abaixo todas as Pokéballs que podem ser adquiridas pelos jogadores. A regra pra utilização das esferas é de acordo com o nível dos Pokémons, seguindo a lista abaixo:


·         Poké Ball e
Premier Ball: Chances regulares de capturar Pokémons 
·         Great Ball: Boas chances de capturar Pokémons 
·         Ultra Ball: Grandes chances de capturar Pokémons
·         Dive Ball: Grandes chances de capturar Pokémons debaixo d’água
·         Dream Ball: Grandes chances de capturar Pokémons com Hidden Ability 
·         Dusk Ball: Grandes chances de capturar Pokémons em cavernas e locais fechados
·         Fast Ball: Grandes chances de capturar Pokémons velozes
·         Friend Ball: Grandes chances de capturar Pokémons não agressivos
·         Heal Ball: Cura completamente o Pokémon capturado
·         Heavy Ball: Grandes chances de capturar Pokémons pesados
·         Level Ball: Boas chances de capturar Pokémons de nível baixo
·         Love Ball: Grandes chances de capturar Pokémons apaixonados
·         Lure Ball: Grandes chances de capturar Pokémons Aquáticos
·         Luxury Ball: Grandes chances de tornar o Pokémon capturado mais amistoso
·         Moon Ball: Grandes chances de capturar Pokémons durante a noite
·         Nest Ball: Grandes chances de capturar Pokémons em horda
·         Net Ball: Grandes chances de capturar Pokémons Insetos
·         Quick Ball: Grandes chances de acertar e capturar Pokémons muito velozes
·         Repeat Ball: Grandes chances de capturar um pokémon que você já possua
·         Timer Ball: Grandes chances de capturar Pokémons lentos
·         Beast Ball: Especial para captura de ultra beasts


Última edição por Necrozma em Sex Mar 02, 2018 8:21 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Admin
Mensagens : 166
Data de inscrição : 30/09/2017
Ver perfil do usuáriohttp://victoryroadrpg.forumeiros.com

Re: Guia do RPG

em Ter Dez 26, 2017 4:06 am

Anexos do Guia



Lista de Pokémons Iniciais disponíveis:
        
Bulbasaur          Snorunt                     Charmander            Spheal 
Squirtle                    Turtwig                      Caterpie                  Chimchar 
Weedle              Piplup                        Pidgey             Starly 
Ratatta                     Bidoof                        Spearow          Kricketot
Ekans                       Shinx                         Sandshrew              Budew
Nidoran ♀️                 Burmy                        Nidoran ♂️               Combee  
Vulpix                       Cherubi                      Zubat              Glameow 
Oddish               Chingling                    Paras               Bronzor
Venonat             Bonsly                        Diglett                    Mime Jr.  
Meowth                     Happiny                     Psyduck                  Riolu
Mankey                     Croagunk            Poliwag                   Snivy   
Abra                          Tepig                         Machop                  Oshawott 
Bellsprout           Patrat                        Geodude          Lillipup 
Slowpoke            Purrloin                     Doduo              Pansage   
Shellder                     Pansear                     Gastly              Panpour
Cubone                      Munna                       Horsea                    Pidove 
Goldeen                     Roggenrola                Chikorita                  Timburr 
Cyndaquil                   Tympole             Totodile                   Sewaddle   
Sentreet                     Venipede           Hoothoot           Cottonee 
Ledyba                Petilil                        Spinarak           Sandile 
Pichu                          Darumaka                 Cleffa                      Yamask 
Igglybuff              Minccino                   Togepi                      Gothita  
Natu                    Solosis                     Mareep                     Ducklett 
Hoppip                 Vanillite                    Sunkern                   Karrablast
Wooper                Foongus            Pineco                      Joltik
Snubbull                       Ferroseed         Slugma                     Klink  
Swinub                 Tynamo                   Remoraid                  Litwick 
Smeargle                     Axew                      Tyrogue                     Cubchoo 
Smoochum           Shelmet                  Treecko                     Golett 
Torchic                        Chespin                   Mudkip                     Fennekin 
Poochyena                   Froakie                    Zigzagoon                Bunnelby 
Wurmple                     Fletchling          Lotad                Scatterbug
Seedot                        Flabébé                    Taillow              Inkay 
Wingull                Binacle              Ralts                 Skrelp 
Surskit                 Helioptile          Shroomish               Phantump   
Slakoth                       Bergmite                   Nincada           Noibat 
Whismur                     Rowlet               Makuhita                  Litten 
Azurill                  Popplio                     Skitty                       Pikipek 
Meditite                Yungoos                   Electrike                   Grubbin
Gulpin                         Cutiefly             Carvanha           Rockruff
Numel                  Wishiwashi               Trapinch                    Mareanie 
Swablu                 Dewpider          Barboach            Fomantis   
Corphish                     Morellul             Baltoy                Salandit
Feebas                        Bounsweet               Shuppet                    Wimpod 
Duskull                       Sandygast        Wynaut  


Evoluções Alternativas

No jogo da franquia Pokémon há algumas evoluções que são feitas de formas alternativas como, por exemplo, por felicidade, por troca, etc. Para facilitar o role play e deixar de modo mais dinâmico, a nossa equipe montou uma lista com ajustes necessários dessas evoluções alternativas. Veja abaixo a lista de como seu pokémon poderá evoluir:

   
   
   
   
   
   
   
   
  
  
   
  
  
  
  
  
  
  
  
Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up   
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Lvl Up  
 Nível 32 
 Nível 50 
 Nível 30 
 Nível 7   
 Nível 7   
 Lvl 25  
 Lvl 25  
 Lvl 25  
 Lvl Up com  por perto 
 Lvl Up com  por perto 

 Lvl Up com  por perto 
Conteúdo patrocinado

Re: Guia do RPG

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum